O Futuro Glorioso do Brasil

O Futuro Glorioso do Brasil de acordo com profecias mórmons

Hoje é dia da Independência (07/09/2015). Estamos mergulhados em uma aguda crise política e econômica, e por essa razão muitos questionam sobre o futuro de nosso país. Sem menosprezar a dura realidade que vivemos, desejo hoje transmitir a visão dos profetas, apóstolos e líderes gerais da Igreja a respeito de nossa nação.

Em uma recente visita ao Brasil o Élder D.Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos disse que: “O Brasil é um dos principais pilares da Igreja — e tem grande potencial.” [1]400-handshake

Quando os Élderes M. Russell Ballard e Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos visitaram o Brasil a alguns anos, Élder Ballard disse que ficou profundamente impressionado pela força da nação, o poder da Igreja e a fidelidade dos membros. Em uma reunião com jovens adultos, ele repetiu uma declaração feita por seu avô, Élder Melvin J. Ballard (1873-1939), que serviu como membro do Quórum dos Doze Apóstolos durante 20 anos.

Em 1925, seu avô fora designado para começar a obra na América do Sul. Pouco antes de seu retorno, em 1926, estava falando a um pequeno grupo de membros da Igreja em Buenos Aires, Argentina. Apresentou uma visão profética do futuro da Igreja na América do Sul, dizendo que “milhares se afiliarão aqui. (…) [A América do Sul] tornar-se-á uma força na Igreja.”

Proeminente

“Desde aí, o continente inteiro tornou-se um poder dinâmico na Igreja”, disse o Élder M. Russell Ballard, “e o Brasil é proeminente entre as nações da América do Sul.”

“Os brasileiros são membros fortes da Igreja”, disse o Élder Andersen. “Amam ao Senhor e gostam de servir, e servirão não apenas no Brasil mas também, conforme surgirem as oportunidades, em outras partes. Os membros da Igreja continuarão a causar um impacto a todos os níveis, tanto na Igreja como na comunidade”, disse ele.

“Como nação, o Brasil está experimentando um período de grande crescimento, influência e oportunidade”, disse Élder Ballard. “Os membros da Igreja no Brasil acompanharão esse ritmo e, muitos deles tornar-se-ão líderes na indústria, na educação e na política.”

“A Igreja aqui está amadurecendo e fiquei impressionado com o que os membros brasileiros estão realizando tanto material como espiritualmente”, disse ele. “Fiquei particularmente satisfeito ao ver quantos jovens continuam a aceitar chamados missionários e quantos casam-se no templo. Eles são o brilhante futuro da Igreja. Continuarão a edificar a Igreja neste maravilhoso país.” [2]

O fermento

A visão da liderança da Igreja é a de que o crescimento da Igreja influencia o crescimento da nação: pois os santos dos últimos dias fiéis são como o fermento que “leveda toda massa” (Gálatas 5:9). O Brasil esta entre os países que mais envia missionários de tempo integral. [3] Entre o benefícios que uma pessoa recebe ao fazer uma missão, estão: a disciplina, a importância de trabalhar duro para cumprir metas justas, o sentimento de fazer parte de uma coletividade e a necessidade de fazer o bem.

O Élder L. Whitney Clayton, da Presidência dos Setenta, ficou impressionado com a vitalidade da Igreja no Brasil. “Você pode sentir isso em todas as reuniões”, disse ele. “Os membros chegam cedo e participam em grandes números. Participam com alegria, quando solicitados e, obviamente, sentem a presença do Espírito. Eles estão famintos pelo evangelho e as bênçãos que ele traz. Famílias de várias gerações estão aumentando na Igreja em todo o país. Pode-se perceber que a Igreja está pronta para um crescimento e uma força ainda maiores no futuro”.

bandeiraO Bispo Geral da Igreja, Gérald Caussé,  ficou grato pela juventude na Igreja no Brasil. “Eles são envolvidos, reverentes, positivos e muito ansiosos para aprender”, comentou ele. “Os jovens nos proporcionaram uma visão do que o Brasil vai se tornar”. [4]

Liberdade religiosa

O Brasil é o lugar com mais liberdade religiosa no mundo. O Élder Christofferson disse: “Felicito o Brasil por esta distinção significativa. E encorajo-vos a agarrar-se as liberdades estabelecidas em sua nação e liderar corajosamente a promoção da liberdade religiosa no cenário mundial. A necessidade de proteger e preservar a liberdade religiosa, de forma justa e equilibrada, que também protege os direitos fundamentais dos outros é aguda”. “Que possamos buscar a paz” também disse ele, “trabalhando em conjunto para preservar e proteger a liberdade de todos, de manter e manifestar uma religião ou crença da sua escolha, seja individualmente ou em comunidade com outros, em casa ou no exterior, em público ou privado, pela adoração, observância, prática e ensino”. [5]

Com todas essas mensagens inspiradoras sobre nossa nação e povo sentimo-nos otimistas quanto ao futuro. De fato, nosso profeta disse que o futuro é tão brilhante quanto nossa fé [6].

Três Sugestões

Para concluir, listei abaixo três sugestões para que o futuro glorioso do Brasil se concretize rapidamente:

  1. Desenvolva um espírito patriota. Ser patriota é mais do que torcer pelo Seleção Brasileira de Futebol. Significa conhecer a história de nossa nação, compreender nossa cultura e sentir gratidão por nosso povo. Significa proteger nossa terra e sentir satisfação com as realizações de nossa gente. Evidentemente esse espírito de patriotismo não ignora abusos e erros – mas ao reconhecê-los, anela por resolvê-los sem demora. Esse espírito é otimista e cheio de vigor.
  2. Participe dos debates políticos. Precisamos envolvermos mais nas questões políticas – mesmo que pareçam complexas. Temos muita oportundiade de fazer isso hoje. Seja participando de debates na internet, acompanhando as notícias ou participando de passeatas. Podemos escrever para os deputados, senadores e governantes. Podemos familiarizarmo-nos com o sistema político – e apoiar bons candidatos. Na verdade, podemos até nos candidatar. A pressão política que fizermos deve ser um poderosa voz para o bem. Não podemos ser inertes.
  3. Guarde os mandamentos. Nada é mais importante do que guardar os mandamentos de Deus. Nossa segurança reside nisso. Quando guardamos os mandamentos não só recebemos bênçãos, mas abençoamos toda a nação. Afinal, a obediência aos mandamentos nos torna honestos, íntegros, trabalhadores, solidários e gratos. Além disso, recebemos o Espírito de Deus, para conduzir a família, os negócios e a comunidade para o progresso material e espiritual.

 

Estatísticas da Igreja

31 de janeiro de 2015

Membros: 1.289.770

Templos:6

Missões: 39

Estacas: 253

Distritos: 41

Alas: 1569

Ramos: 428

__________________

NOTAS

[1] “Os Santos no Brasil São Pilares da Igreja, Diz o Élder Christofferson”, Clique aqui para ler a notícia original.

[2] “O Brasil está se erguendo” , Clique aqui para ler a notícia original.

[3] “O Bispo Caussé disse aoChurch News que um número recorde de brasileiros tem atendido ao chamado para servir missão de tempo integral nos últimos anos, incluindo um aumento na quantidade de missionárias.” Leia o texto completo aqui.

[4] Clique aqui para ler o texto completo.

[5] “Apóstolo Fala em Evento Histórico de Liberdade Religiosa no Brasil”, Clique aqui para ler toda a notícia.

[6] “Tenham bom ânimo”, Conferência Geral Abril de 2009, clique aqui para ler, ouvir ou assistir.

| Santos no Brasil
Publicado por: Lucas Guerreiro
Escritor, Advogado, Membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP, Membro da J. Reuben Clark Law Society São Paulo. Fez Missão em Curitiba - Brasil. Gosta de desenhar, estudar filosofia, fotografar, viajar e assistir series de super-heróis.
A História da Igreja no Brasil
O Sábado Foi Feito Para a Mamãe, e Não a Mamãe Para o Sábado

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *